Posts Relacionados
Efeito visual do filme "Trash - A Esperança vem do Lixo" leva troféu no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

crop

.

O filme "Trash - A esperança vem do lixo" foi premiado na categoria "Efeitos Visuais" na 17ª. edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, entregue na noite desta terça-feira, 1º. de setembro, no Cine Odeon do Rio de Janeiro. Adam Rowland assina os efeitos visuais do longa dirigido por Stephen Daldry. Parabéns Adam.

175 visitas
Wagner Moura na O2: filme de ação sobre Carlos Marighella vem aí

Longa que marca a estreia de Wagner Moura como diretor entra em fase de roteiro e captação de recursos.

 

wagner-crop

(em sentido horário) José Carvalho, Bel Berlinck, Eduardo Ribeiro, Felipe Braga e Wagner Moura.

.

Wagner Moura esteve na O2 Filmes nesta quarta-feira, 26 de agosto, e foi recebido pelas produtoras Andrea Barata Ribeiro e Bel Berlinck.

 

Na pauta, o primeiro filme de Wagner como diretor de cinema. Inspirado no livro "Marighella - O guerrilheiro que incendiou o mundo", de Mario Magalhães,  "Marighella" será um filme de ação, um thriller épico. 

 

O projeto está na fase de desenvolvimento do roteiro e captação de recursos.

O Governo da Bahia anunciou apoio ao filme, assim como algumas empresas baianas, como o Grupo TPC Logística. A Paris Filmes é parceira do projeto.

Participaram do encontro Eduardo Ribeiro e José Carvalho, além do diretor e roteirista Felipe Braga.

 

2889 visitas
Filme "Zoom", de Pedro Morelli, estará no 40º. Festival de Toronto

zoom-crop

Atriz canadense Alison Pill vive Emma no longa Zoom

 

Exibição acontece nos dias 11, 15, 16 e 17 de setembro no Scotiabank Theatre, em Toronto

 

O filme Zoom foi anunciado na seleção oficial da 40ª. edição do Festival de Toronto, no Canadá, dentro do programa Vanguard. Ele será exibido no dia 11 de setembro, sexta-feira, às 19h45, no Scotiabank Theatre, e reapresentado nos dias 15, 16 e 17 de setembro no mesmo local. Mais informações em http://tiff.net/festivals/festival15/vanguard/zoom

"Zoom é uma aventura metalinguística que deixa o espectador preso num ciclo de histórias cruzadas", revela o diretor Pedro Morelli, que está há seis anos envolvido no projeto. O filme foi rodado em Toronto e nas cidades de Trindade, no Rio de Janeiro, e em São Paulo. Pedro revela detalhes deste trabalho abaixo.

 

Como foi filmar em ambientes tão diversos? 
Foi um grande quebra cabeça. São três  histórias paralelas, sendo que filmamos uma delas no Brasil, outra no Canadá e a terceira foi filmada metade em cada país. Pra fazer as peças do quebra cabeça se encaixarem tivemos muito trabalho para planejar a filmagem, e depois para juntar tudo na montagem. E a coisa mais satisfatória é ver que no fim uma coisa colou na outra. Ufa. 
 
O que foi o mais desafiador na realização do Zoom? 
A animação. Um terço do filme é feito nesse formato, com a técnica da rotoscopia. Filmamos tudo com atores e depois desenhamos sobre a imagem filmada, frame a frame. É parecido com que se fez no Waking Life, mas a gente buscou um look mais próximo à linguagem de quadrinhos. Filmar essas cenas foi uma experiência nova. Os cenários eram muito simplificados, já que iriam ser redesenhados depois, e isso tornou o trabalho com os atores muito desafiador: a gente tinha que imaginar o ambiente em que estávamos pra fazer cada cena, sendo que estávamos sempre rodeados por paredes na mesma cor, com fitas no chão marcando os elementos que formariam aquele cenário. 

 

O filme será exibido pela primeira vez ao público em Toronto, quais são suas expectativas?
Estou muito entusiasmado para sentir a reação do público. O filme é uma comédia, então a gente só vai descobrir se ele funciona mesmo quando tiver uma sala cheia de gente assistindo. A comédia é muito direta: ou a pessoa ri ou não ri. Estou muito empolgado pra sentir como o público comum vai absorver essa comédia metalinguística maluca. 

 

 

 

460 visitas
O2 Pós assina finalização de "Carrossel - O Filme"

carrosel o filme tom hamburger e caio romano guerra (1)

 

 

Estreia no dia 23 de julho nos cinemas o longametragem "Carrossel - O Filme", dirigido pela dupla Alexandre Boury e Mauricio Eça. O filme foi finalizado pela O2 Pós que realizou o trabalho de conform, correção de cor, 3D, composição e criação da abertura e créditos finais.

 

O filme mostra as aventuras da turma da Escola Mundial durante as férias, em um acampamento, e reúne os já famosos personagens da novela exibida pelo SBT, como o romântico Cirilo, a ciumenta Valéria e a espevitada Maria Joaquina. No elenco adulto estão Paulo Miklos, como o vilão Gonzales, e Oscar Filho, como seu comparsa Gonzalito, entre outros.

 

"Carrossel - O Filme" é uma produção da Paris Produções, em coprodução com a RioFilme, o SBT e a Televisa Cine, com distribuição da Paris Filmes e da Downtown Filmes.

 

Assista ao trailer:

 

Ficha técnica
Uma produção Paris Produções
Direção: Alexandre Boury e Maurício Eça
Direção de Fotografia: Ale Samori
Direção de Arte: Marghe Pennacchi
Figurino: Tica Bertani
Co-produtores: RioFilme, Televisa, SBT
Produtores: Diane Maia, Marcio Fraccaroli, Sandi Adamiu
Produtores Executivos: Diane Maia, Renata Rezende
Distribuição: Downtown Filmes e Paris Filmes
Pós produção: O2 Pós

 

1688 visitas
Chegaram ao fim as filmagens de Malasartes e o Duelo com a Morte.

foto de equipe


Chegou a hora da equipe e do elenco, que conta com nomes como Jesuíta Barbosa, Isis Valverde, Leandro Hassum, Vera Holtz, Julio Andrade, Gugu Madeira, Milhem Cortaz, Luciana Paes e Julia Lanina, se despedirem do mundo fantasioso que marca o filme Malasartes e o Duelo com a Morte . A película vai passar pela fase de pós-produção, já que conta com efeitos especiais e 3D para criar o mundo mágico em que se passa o enredo.

 

Agora é esperar para ver esta fascinante história nas telonas!

725 visitas
O Figurino de Malasartes e o Duelo com a Morte

figurinomalasartes site

 

Veronica Julian contou para a gente um pouco de como foram escolhidas as vestimentas dos personagens em Malasartes e o Duelo com a Morte. "Fazer o figurino do Malasartes foi delicioso", comenta a figurinista. Apesar de a produção não ter se prendido a nenhuma época específica para o figurino dos personagens, o resultado final terá grandes influências das décadas de 20 e 30.

 

Como filme se passa em dois cenários diferentes, o das fábulas e o mundo real, foi preciso unir um time todo cheio de cuidados, para tornassem verossímeis os personagens da mitologia, como as Parcas, a Morte e o Esculápio. Foram diversos testes em papel e caneta até chegar no visual ideal para cada personagem. "Tem muito trabalho manual envolvido, com bordados macramê, crochê, tingimentos e tecidos envelhecidos", exemplifica Veronica.

 

Quer saber mais sobre as gravações de Malasartes e o Duelo com a Morte, o novo longa da O2 Filmes? Então fique ligado aqui no site e em nossas redes sociais.

 

 

484 visitas
Transmissão ao vivo do set do filme Malasartes e o Duelo com a Morte neste domingo pelo Periscope

1o. dia malasartes site

 

A O2 Filmes será a primeira produtora nacional a usar o aplicativo Periscope, do Twitter, para transmitir um set de filmagens em tempo real.

 

Neste domingo, 7 de junho, por volta das 18h, o diretor Paulo Morelli e parte do elenco do filme Malasartes e o Duelo com a Morte, que está sendo filmado nos estúdios da produtora em Cotia, mostrarão o cenário fantástico criado para este longa metragem.

 

Para participar basta ter o aplicativo Periscope instalado e/ou acompanhar o nosso perfil no Twitter. Não conhece o aplicativo? Clique aqui!

 

Malasartes e o Duelo com a Morte é uma comédia dirigida por Paulo Morelli e conta no elenco com Jesuíta Barbosa no papel título, Isis Valverde, Leandro Hassum, Vera Holtz, Julio Andrade, no papel da Morte, Gugu Madeira, Milhem Cortaz, Luciana Paes e Julia Lanina.

 

 

 

 

 

1068 visitas
Por trás da caracterização em Malasartes e o Duelo com a Morte

anna malasartes site

 

As gravações de Malasartes e o Duelo com a Morte estão a todo vapor, mas a maquiadora Anna Van Steen tirou uns minutos do seu dia a dia corrido para contar pra gente um pouco sobre a caracterização dos personagens.


Jesuíta Barbosa, que vive o personagem principal da trama, precisa manter o visual malandro e espoleta, por isso seus cabelos estarão sempre desalinhados. "Deixamos a pele dele bem moreninha, com os cabelos com cara de quem não vai ao barbeiro, além de estar sempre levemente suado, porque está sempre fugindo das enrascadas", contou ela.


Áurea, personagem de Isis Valverde, tem uma pegada mais de menina inocente e carismática, por isso veremos a atriz usando tranças assimétricas, para enfatizar o ar infantil.  "Na maquiagem teremos bochechas rosadas e destacadas, também para infantilizar", explica Anna.


A barba de Julio Andrade, que viverá A Morte, também teve atenção especial. "Ela foi recortada com uma forma pontuda e vazada nas laterais, lembrando uma caveira", ressalta a maquiadora. A pele do ator terá um tom pálido, os cabelos presos e unhas longas e envelhecidas, coladas uma a uma diariamente. "Finalizamos a caracterização com veias azuladas que aparecem na testa, dependendo da situação", ressalta.


Para a caracterização das parcas, o time de maquiagem, a figurinista Verônica Julian, e o diretor de arte, Tulé Peake, se reuniram, para montar caracterizações a altura das personagens mitológicas, trabalhando com formas orgânicas e bem definidas. "Elas são diferenciadas por cor; a parca cortadeira ganhou dreads grisalhos, enquanto a fiandeira ficou com uma espécie de cabelo bordado ocre e a tecedeira com cabelos emaranhados e ruivos", detalha Anna. O resultado ficou expressivo e humano, sem perder seu lado fantástico.


Quer saber mais sobre as gravações de Malasartes e o Duelo com a Morte, o novo longa da O2 Filmes? Então fique ligado aqui no site e em nossas redes sociais!

494 visitas
5º Mês de Viagem - A China e a chegada no Japão

china02


Tínhamos uma ideia pré-concebida que a China seria um ambiente hostil para a nossa equipe. Chegamos bastante cautelosos a Pequim em nossos primeiros dias no país. 

 

Com poucos dias para percorrer um país tão gigante, fomos certeiros em nossas locações. Acompanhados pela International Radio of China, visitámos a Praça de Tianamen, a Cidade Proibida e a Grande Muralha da China. A cidade se mostrou mais aberta e flexível do que imaginávamos. A China é um país complexo, liberação e conservadorismo parecem coexistir sempre.

 

Seguimos de trem bala para Hong Kong, atravessando o país inteiro em apenas 8 horas (comparados aos trens da Índia parecia que havíamos pulado 50 anos para o futuro). Hong Kong é considerada a Nova Iorque do sudoeste  Asiático, capital das marcas de luxo e do capitalismo no oriente. Tudo o que na China parece proibido aqui é liberado. Nosso objetivo na cidade era claro: atingir o Buda Gigante de Tian Tan. Um monumento impressionante.

 

Dois dias mais tarde seguimos de ferry para Macau. Macau era uma das locações que nosso diretor tinha mais carinho e cuidado em filmar. Ficámos na cidade, hospedados na Fundação Oriente de Macau, durante 10 dias. Fomos agraciados com um outro apoio na cidade: O MGM Macau, hotel de 6 estrelas da cidade,  apoiou o filme com a estadia do Giovane e sua irmã. Como contrapartida , filmámos e incluímos o hotel na narrativa.

 

Macau foi dos portugueses até 1999. Suas ruas lembram muito as ruas de Lisboa e é possível ler o português ainda em todas as placas (Rua da Saudade, Praça da Eterna Felicidade). O cenário é europeu mas a população é chinesa. A cidade é pequena mas impressiona pelos seus altos e modernos edifícios e cassinos. O velho mundo português e a inovação do mundo asiático convivem em paz por aqui. Tentamos registrar as impressões de Giovane sobre esse estranho cenário durante nossos dias na cidade.

 

No caminho para Shanghai, aonde pegaríamos um barco para o Japão fizemos uma parada na cidade de Tianducheng, aonde os chineses construíram um bairro inteiro simulando a Champs Elysee de Paris e uma cópia exacta da Torre Eiffel. No entanto, um pormenor: a região parece abandonada, Na cidade projectada para 5 milhões vivem apenas mil pessoas e o mato cresce aos pés da Torre. Um cenário no mínimo inusitado. 

 

No dia 21 de Abril embarcamos  finalmente em Shanghai sentido a Osaka no Japão. Os dias na China foram intensos mas já estávamos ansiosos pela nossa chegada ao Japão, aonde fomos recebidos de braços abertos pela Embaixada Portuguesa em Tóquio e pelo diretor Fernando Meirelles que passava alguns dias na cidade. 

 

O Japão promete muito . E a Viagem do Sentido da Vida continua. 



Daniel Favaretto

445 visitas
Entre Nós vence prêmio de Melhor Trilha Sonora

entrenos site

 

Na noite da última terça-feira, dia 05, foram revelados os vencedores de 13 categorias da 11ª edição do Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema e o filme Entre Nós levou o prêmio de Melhor Trilha Sonora.

 

A trilha do filme, assinada por Beto Villares, é realmente incrível, trazendo ainda mais emoção e sensações à história que está sendo contada.

 

Neste ano, o prêmio exibiu mais de 40 longas e curtas de março a abril, durante da Mostra de Cinema, dando espaço para o público votar em seus filmes favoritos.

 

Resultado de uma parceria entre a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e o Sindicado da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo (Siaesp), o prêmio tem como objetivo incentivar a produção cinematográfica nacional e facilitar o acesso às produções brasileiras.

482 visitas
Equipe de O Sentido da Vida no Nepal - Novo diário de bordo

captura de tela 2015-05-05 às 16.50.38

 

Tudo corria como esperado durante as gravações de O Sentido da Vida, novo filme do diretor Miguel Gonçalves Mendes (o mesmo de Jose e Pilar), que agora está percorrendo a Ásia, até um fenômeno natural abalar as estruturas daquela região tão frágil.

 

O Sentido da Vida - Diario 07 from JumpCut on Vimeo.

 

 

O fime é uma viagem ao redor do mundo ao lado de Giovane, o engenheiro cartógrafo de Erechim, cidade do interior do Rio Grande do Sul, de 28 anos portador da Paramiloidose Familiar, uma doença hereditária, que não tem cura e é extremamente rara. Porém, ao invés de se deprimir e fazer dessa enfermidade sua sina, ele resolveu arregaçar as mangas e se unir à nossa equipe para um desafio: dar a volta ao mundo e tentar descobrir, afinal, qual é o sentido da vida.

 

Para rever os relatos anteriores da viagem clique aqui. Acompanhe esse projeto também nas redes sociais e através do site oficial do filme: www.osentidodavida.com

 

Instagram do projeto: https://instagram.com/osentidodavida_ofilme/

Instagram pessoal do Giovane: https://instagram.com/osentidodavida_giovane

656 visitas
E começam as filmagens de Pedro Malasartes

1o. dia malasartes site

 

As filmagens de Pedro Malasartes, próximo longa da O2, começaram semana passada. Os primeiro dias acontecerão no interior de São Paulo, e contarão com a presença dos atores Augusto Madeira, Jesuíta Barbosa e Ísis Valverde.

 

O filme, com direção e roteiro de Paulo Morelli (mesmo diretor de Cidade dos Homens), vai circular entre a realidade e ficção para contar a história do famoso caipira Pedro Malasartes, que deve escolher entre a imortalidade, no papel de A Morte, ou voltar a viver como um mero mortal. No elenco também estão Vera Holtz, Leandro Hassum, Julio Andrade e Milhem Cortaz.

 

O longa vai passar por diversos cenários do interior de São Paulo e mesclar as cenas externas com estúdio, além de usar efeitos especiais e 3D para retratar o mágico universo desse personagem da cultura popular brasileira.

 

Quer saber mais informações sobre os bastidores do novo filme da 02? Acompanhe nossas redes sociais!

 

Facebook: https://www.facebook.com/o2filmes

Twitter: https://twitter.com/o2filmes

Instagram: https://instagram.com/o2filmes/

1230 visitas
Zooom Animado

img 7079 site

 

Foi concluída nesta semana a animação para o filme Zooom, do diretor Pedro Morelli. Filmado em Toronto, São Paulo e na praia de Trindade, a produção mescla três histórias que se relacionam entre si. A personagem Emma (Alison Pill), em seus momentos de folga, desenha em uma HQ a história do diretor de cinema (vivido por Gael Garcia Bernal), que por sua vez dirige um filme sobre uma modelo brasileira (papel de Mariana Ximenes), que nas horas vagas escreve um livro sobre uma quadrinista, que escreve histórias... Estas tramas se entrelaçam durante o filme até seu desfecho absolutamente surpreendente.

 

O diretor Pedro Morelli está há cinco anos envolvido no projeto de Zooom, que tem dois terços de sua duração em live-action e um terço de animação em rotoscopia - técnica que transforma em animação um material filmado. São quase 30 minutos desenhados frame a frame, em 12 frames por segundo. A equipe envolvida nesta animação contou com 28 ilustradores, desenhando e colorindo um total de mais de 21 mil frames da história do cineasta vivido por Gael Garcia Bernal.

 

Abaixo você confere um bate-papo com o diretor Pedro Morelli, que explica o processo de animação de Zooom.

 

Você pode explicar o processo e o estilo de animação criado para este filme?

 

A técnica usada se chama rotoscopia. Basicamente se trata de desenhar sobre a imagem filmada, frame a frame. Nós filmamos tudo com atores, em cenários muito simplificados, para depois desenhar sobre a imagem deles, e recriar do zero os cenários. A nossa animação foca em ser bastante fiel à expressividade dos atores, ao mesmo tempo que buscamos um look de história em quadrinhos.

 

Quantas pessoas trabalharam na animação de Zooom?

 

Foram 28 ilustradores no total, a maioria envolvida na rotoscopia. Essa equipe de rotoscopia foi comandada pelo Adams Carvalho, que desenvolveu o look da animação dos personagens e fazia os key frames da animação, que eram distribuídos para a equipe toda. Outra frente foi a equipe de cenários, comandada pelo George Schall, que trouxe um look de quadrinhos para a nossa animação e criou muitas vezes do zero os ambientes em que as cenas acontecem. Além dos desenhistas há vários outros envolvidos na composição da animação, que consiste em juntar todos os layers de animação em um plano só, e fazer os efeitos necessários para a cena funcionar.

 

A animação permite uma liberdade maior se compararmos com a filmagem tradicional do cinema, não é? Como essa liberdade foi usada em Zooom?

 

Sem dúvida temos uma liberdade muito maior para manipular as cenas animadas. Podemos mudar completamente as cores da cena, trocar o cenário se for necessário, reenquadrar o que foi filmado e brincar com pequenas animações adicionais. A liberdade só acaba quando termina o prazo... o que infelizmente está bem perto de acontecer. Na semana passada finalizamos a etapa de rotoscopia dos personagens e design dos cenários. Agora ainda temos que trabalhar as composição das cenas para finalizar o filme. 

 

 

803 visitas
A Lei da Água no "Cidades e Soluções" da Globo News

aleidaagua site2


A Lei da Água, produzido pela 02 em parceria com a Cinedélia, estará presente no próximo Cidades e Soluções, exibido pela Globo News. O programa, que vai ao ar na segunda-feira, dia 27, às 21:30, vai falar sobre o documentário e a importância do "cinema pedrada", que faz uso da imagem e som para lutar pelos direitos da população.


Dirigido por André D'Elia e produzido por Fernando Meirelles, o projeto teve apoio do Instituto Sócio Ambiental (ISA), WWF Brasil, Fundação S.O.S. Mata Atlântica, Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS) e Bem-Te-Vi Diversidade. Com 70 minutos de duração, o documentário trata das mudanças e polêmicas do novo Código Florestal, ouvindo especialistas no assunto e mostrando o impacto disso nas torneiras dos brasileiros.

896 visitas
O Homem que enganou a Morte

malasartes 1

 

Não se assuste se, no meio do filme, uma figura encapuzada aparecer de repente na tela. É na tênue linha entre a fantasia e a realidade das histórias do personagem Pedro Malasartes que o diretor Paulo Morelli escreveu o roteiro e já começa a gravar o novo longa-metragem de ficção produzido pela O2 Filmes. Figura tradicional dos "causos" e contos da cultura portuguesa e brasileira, a história do caipira que engana a morte será contada agora pelas lentes do cinema no filme Pedro Malasartes, uma comédia de temas universais, como destino, liberdade e amor.


Na busca pela essência do povo caipira e do sertanejo enraizado, o longa propõe uma aventura entre dois mundos, o fantástico e o realista ao mesmo tempo. Com uma fotografia ensolarada, efeitos especiais, cenários e criaturas criadas em 3D, a produção usa e abusa das cores para mostrar toda a atmosfera fantástica de Malasartes, que deve escolher entre ser imortal, porém tornar-se A Morte, ou ser mortal e voltar a viver.


O filme, que ainda está em processo de filmagem, conta com um elenco de peso: Jesuíta Barbosa, Ísis Valverde, Vera Holtz, Leandro Hassum, Augusto Madeira, Julio Andrade e Milhem Cortaz. Cheio de desafios principalmente em sua pós-produção, o projeto deverá utilizar recursos de efeitos especiais necessários para o mundo fantástico e mitológico que envolve todo o folclore que envolve Malasartes. 






1297 visitas