Posts Relacionados
Por trás da caracterização em Malasartes e o Duelo com a Morte

anna malasartes site

 

As gravações de Malasartes e o Duelo com a Morte estão a todo vapor, mas a maquiadora Anna Van Steen tirou uns minutos do seu dia a dia corrido para contar pra gente um pouco sobre a caracterização dos personagens.


Jesuíta Barbosa, que vive o personagem principal da trama, precisa manter o visual malandro e espoleta, por isso seus cabelos estarão sempre desalinhados. "Deixamos a pele dele bem moreninha, com os cabelos com cara de quem não vai ao barbeiro, além de estar sempre levemente suado, porque está sempre fugindo das enrascadas", contou ela.


Áurea, personagem de Isis Valverde, tem uma pegada mais de menina inocente e carismática, por isso veremos a atriz usando tranças simétricas, para enfatizar o ar infantil.  "Na maquiagem teremos bochechas rosadas e destacadas, também para infantilizar", explica Anna.


A barba de Julio Andrade, que viverá A Morte, também teve atenção especial. "Ela foi recortada com uma forma pontuda e vazada nas laterais, lembrando uma caveira", ressalta a maquiadora. A pele do ator terá um tom pálido, os cabelos presos e unhas longas e envelhecidas, coladas uma a uma diariamente. "Finalizamos a caracterização com veias azuladas que aparecem na testa, dependendo da situação", ressalta.


Para a caracterização das parcas, o time de maquiagem, a figurinista Verônica Julian, e o diretor de arte, Tulé Peake, se reuniram, para montar caracterizações a altura das personagens mitológicas, trabalhando com formas orgânicas e bem definidas. "Elas são diferenciadas por cor; a parca cortadeira ganhou dreads grisalhos, enquanto a fiandeira ficou com uma espécie de cabelo bordado ocre e a tecedeira com cabelos emaranhados e ruivos", detalha Anna. O resultado ficou expressivo e humano, sem perder seu lado fantástico.


Quer saber mais sobre as gravações de Malasartes e o Duelo com a Morte, o novo longa da O2 Filmes? Então fique ligado aqui no site e em nossas redes sociais!

22 visitas
Séries de TV: Novo Espaço Criativo?

fernando cinemateca semanaabc

 

Em outro painel da Semana ABC, que aconteceu na Cinemateca Brasileira, o tema "Séries de TV: Novo Espaço Criativo?" foi debatido por grandes nomes da produção audiovisual nacional.

 

Além de Fernando Meirelles, o jornalista Maurício Stycer, Rodrigo Monte (Diretor de Fotografia), Mauro Mendonça Filho (Diretor), Miriam Biderman (Editora de Som), Mauro Wilson (Roteirista) e Marcos Carvalheiro (Diretor de Arte) falaram um pouco desse novo mercado audiovisual que tem crescido muito no Brasil.

 

Confira tudo o que acontenceu no painel clicando na imagem abaixo:

 

videofalso semanaabc

290 visitas
5º Mês de Viagem - A China e a chegada no Japão

china02


Tínhamos uma ideia pré-concebida que a China seria um ambiente hostil para a nossa equipe. Chegamos bastante cautelosos a Pequim em nossos primeiros dias no país. 

 

Com poucos dias para percorrer um país tão gigante, fomos certeiros em nossas locações. Acompanhados pela International Radio of China, visitámos a Praça de Tianamen, a Cidade Proibida e a Grande Muralha da China. A cidade se mostrou mais aberta e flexível do que imaginávamos. A China é um país complexo, liberação e conservadorismo parecem coexistir sempre.

 

Seguimos de trem bala para Hong Kong, atravessando o país inteiro em apenas 8 horas (comparados aos trens da Índia parecia que havíamos pulado 50 anos para o futuro). Hong Kong é considerada a Nova Iorque do sudoeste  Asiático, capital das marcas de luxo e do capitalismo no oriente. Tudo o que na China parece proibido aqui é liberado. Nosso objetivo na cidade era claro: atingir o Buda Gigante de Tian Tan. Um monumento impressionante.

 

Dois dias mais tarde seguimos de ferry para Macau. Macau era uma das locações que nosso diretor tinha mais carinho e cuidado em filmar. Ficámos na cidade, hospedados na Fundação Oriente de Macau, durante 10 dias. Fomos agraciados com um outro apoio na cidade: O MGM Macau, hotel de 6 estrelas da cidade,  apoiou o filme com a estadia do Giovane e sua irmã. Como contrapartida , filmámos e incluímos o hotel na narrativa.

 

Macau foi dos portugueses até 1999. Suas ruas lembram muito as ruas de Lisboa e é possível ler o português ainda em todas as placas (Rua da Saudade, Praça da Eterna Felicidade). O cenário é europeu mas a população é chinesa. A cidade é pequena mas impressiona pelos seus altos e modernos edifícios e cassinos. O velho mundo português e a inovação do mundo asiático convivem em paz por aqui. Tentamos registrar as impressões de Giovane sobre esse estranho cenário durante nossos dias na cidade.

 

No caminho para Shanghai, aonde pegaríamos um barco para o Japão fizemos uma parada na cidade de Tianducheng, aonde os chineses construíram um bairro inteiro simulando a Champs Elysee de Paris e uma cópia exacta da Torre Eiffel. No entanto, um pormenor: a região parece abandonada, Na cidade projectada para 5 milhões vivem apenas mil pessoas e o mato cresce aos pés da Torre. Um cenário no mínimo inusitado. 

 

No dia 21 de Abril embarcamos  finalmente em Shanghai sentido a Osaka no Japão. Os dias na China foram intensos mas já estávamos ansiosos pela nossa chegada ao Japão, aonde fomos recebidos de braços abertos pela Embaixada Portuguesa em Tóquio e pelo diretor Fernando Meirelles que passava alguns dias na cidade. 

 

O Japão promete muito . E a Viagem do Sentido da Vida continua. 



Daniel Favaretto

192 visitas
Nos 50 anos da TV Globo, conheça as série produzidas em parceria com a O2

rede globo 50 anos site

 

Em 2015 a Rede Globo comemora seus 50 anos no ar. A O2 Filmes foi a primeira produtora associada à emissora na produção de um seriado. Em 2002, Cidade dos Homens estreava na Globo com a história de Laranjinha e Acerola. De lá para cá, outras séries realizadas em parceria com a O2 foram ao ar na Globo, como Antônia, Felizes para Sempre? e Os Experientes, entre tantas.


Confira algumas das séries e minisséries produzidas pela O2 para a TV Globo.



cidade site2


Cidade dos Homens (2002 - 2006)

Um marco da teledramaturgia brasileira, a série de Paulo Morelli foi a primeira parceria realizada pela emissora com uma produtora independente. Sucesso de audiência, a história de Laranjinha (Darlan Cunha) e Acerola (Douglas Silva) encantou o Brasil por quatro temporadas. 



antonia site3


Antônia (2006 - 2007)

A minissérie, continuação do filme de mesmo nome, foi ao ar em 2006 para contar a história de quatro amigas, Preta (Negra Li), Barbarah (Leilah Moreno), Mayah (Quelyna) e Lena (Cindy Mendes), moradoras da Vila Brasilândia, periferia de São Paulo. Todas com um sonho em comum: serem cantoras. A produção durou duas temporadas e mostrava as idas e vindas do grupo. Na direção estão Luciano Moura, Tata Amaral, Roberto Moreira, Fabrizia Pinto, Paola Siqueira, Dainara Toffoli e Gisele Barroco.


som site4


Som e Fúria (2009)

Uma adaptação da série canadense Slings and Arrows, a minissérie Som e Fúria teve direção de Fernando Meirelles e mostrava o cotidiano de uma conceituada equipe de teatro durante a montagem de quatro peças baseadas nos trabalhos de Shakespeare.


amulherdoprefeito site5


A Mulher do Prefeito (2013)

Em uma crítica bem-humorada ao cenário político nacional, A Mulher do Prefeito, com direção de Luiz Villaça, contou a história de Aurora (Denise Fraga), mulher do prefeito Reinaldo Rangel (Tony Ramos), o mandachuva da pequena cidade Pitanguá, a esposa é obrigada a assumir a cidade depois de ter o marido preso e deposto do cargo.  


felizesparasempre site6


Felizes Para Sempre? (2015)

Sucesso de público e crítica, Felizes Para Sempre? estreou no começo do ano e mostrava casais diferentes passando por diversas crises em seus relacionamentos, todos envolvidos em um crime passional. Com Direção Geral de Fernando Meirelles, a produção teve seus dez episódios inspirados em Quem Ama Não Mata (série escrita por Euclydes Marinho). Muito mais que um drama de "quem matou quem", seus episódios marcaram pelos roteiros bem escritos e pelas cenas icônicas. Os episódios foram dirigidos por Paulo Morelli, Rodrigo Meirelles e Luciano Moura, além de Fernando Meirelles.

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

osexperientes site7


Os Experientes (2015)

E quem disse que a vida termina aos 60? É isso que a série Os Experientes mostrou. Com nomes como Beatriz Segall, Selma Egrei, Joana Fomm e Juca de Oliveira, a minissérie teve quatro episódios, exibido em abril desse ano, e foi dirigida por Gisele Barroco, Quico Meirelles e Fernando Meirelles. As histórias narraram novos amores na terceira idade, um grupo de amigos do samba, um assalto a banco e um pai que descobre que tem pouco tempo de vida. 

 

 

510 visitas
Entre Nós vence prêmio de Melhor Trilha Sonora

entrenos site

 

Na noite da última terça-feira, dia 05, foram revelados os vencedores de 13 categorias da 11ª edição do Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema e o filme Entre Nós levou o prêmio de Melhor Trilha Sonora.

 

A trilha do filme, assinada por Beto Villares, é realmente incrível, trazendo ainda mais emoção e sensações à história que está sendo contada.

 

Neste ano, o prêmio exibiu mais de 40 longas e curtas de março a abril, durante da Mostra de Cinema, dando espaço para o público votar em seus filmes favoritos.

 

Resultado de uma parceria entre a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e o Sindicado da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo (Siaesp), o prêmio tem como objetivo incentivar a produção cinematográfica nacional e facilitar o acesso às produções brasileiras.

81 visitas
Equipe de O Sentido da Vida no Nepal - Novo diário de bordo

captura de tela 2015-05-05 às 16.50.38

 

Tudo corria como esperado durante as gravações de O Sentido da Vida, novo filme do diretor Miguel Gonçalves Mendes (o mesmo de Jose e Pilar), que agora está percorrendo a Ásia, até um fenômeno natural abalar as estruturas daquela região tão frágil.

 

O Sentido da Vida - Diario 07 from JumpCut on Vimeo.

 

 

O fime é uma viagem ao redor do mundo ao lado de Giovane, o engenheiro cartógrafo de Erechim, cidade do interior do Rio Grande do Sul, de 28 anos portador da Paramiloidose Familiar, uma doença hereditária, que não tem cura e é extremamente rara. Porém, ao invés de se deprimir e fazer dessa enfermidade sua sina, ele resolveu arregaçar as mangas e se unir à nossa equipe para um desafio: dar a volta ao mundo e tentar descobrir, afinal, qual é o sentido da vida.

 

Para rever os relatos anteriores da viagem clique aqui. Acompanhe esse projeto também nas redes sociais e através do site oficial do filme: www.osentidodavida.com

 

Instagram do projeto: https://instagram.com/osentidodavida_ofilme/

Instagram pessoal do Giovane: https://instagram.com/osentidodavida_giovane

455 visitas
E começam as filmagens de Pedro Malasartes

1o. dia malasartes site

 

As filmagens de Pedro Malasartes, próximo longa da O2, começaram semana passada. Os primeiro dias acontecerão no interior de São Paulo, e contarão com a presença dos atores Augusto Madeira, Jesuíta Barbosa e Ísis Valverde.

 

O filme, com direção e roteiro de Paulo Morelli (mesmo diretor de Cidade dos Homens), vai circular entre a realidade e ficção para contar a história do famoso caipira Pedro Malasartes, que deve escolher entre a imortalidade, no papel de A Morte, ou voltar a viver como um mero mortal. No elenco também estão Vera Holtz, Leandro Hassum, Julio Andrade e Milhem Cortaz.

 

O longa vai passar por diversos cenários do interior de São Paulo e mesclar as cenas externas com estúdio, além de usar efeitos especiais e 3D para retratar o mágico universo desse personagem da cultura popular brasileira.

 

Quer saber mais informações sobre os bastidores do novo filme da 02? Acompanhe nossas redes sociais!

 

Facebook: https://www.facebook.com/o2filmes

Twitter: https://twitter.com/o2filmes

Instagram: https://instagram.com/o2filmes/

884 visitas
Amor depois dos 60

folhasdeoutono site

 

Muito se fala sobre pessoas que só sentem saudades do tempo que passou, e que acreditam que nada mais acontece quando a velhice chega. Mas Francisca, interpretada por Selma Egrei, não se sentia dessa forma, principalmente depois da morte de seu marido de tantos anos. É assim que começa o último episódio da série "Os Experientes", que vai ao ar na próxima sexta-feira.


Francisca aceitou a morte do companheiro de uma forma singular. Fria, prática, decidida a seguir vivendo. O grande choque da perda só vem em uma noite chuvosa, enquanto ela revirava papeis e livros velhos do falecido. Entre eles ela descobre uma carta, uma declaração de amor, que o marido recebera de uma amante.


Sem chão e desesperada por um ombro amigo, ela corre para o apartamento de Maria Helena, vivida por Joana Fomm, uma vizinha que ela só conhecida de vista. Nasce aí uma amizade singela, cheia de troca de olhares. Que evolui para algo maior. A partir daí Francisca terá de enfrentar o preconceito dos filhos, dos amigos e familiares e lutar pela sua merecida felicidade, ao lado de alguém que verdadeiramente a quer bem.


"Folhas de Outono", com roteiro de Marcio Alemão Delgado e direção de Fernando Meirelles, mostra que a vida amorosa não acabou depois que se completa 60 anos, e ainda vir em forma de uma grande aventura. De forma natural e delicada, como o amor deve ser, o último episódio de "Os Experientes" fala de duas mulheres experientes, decididas e ainda cheias de energia, que não vão parar de se deixar surpreender pela vida até que cheguem seus últimos suspiros.  

330 visitas
Zooom Animado

img 7079 site

 

Foi concluída nesta semana a animação para o filme Zooom, do diretor Pedro Morelli. Filmado em Toronto, São Paulo e na praia de Trindade, a produção mescla três histórias que se relacionam entre si. A personagem Emma (Alison Pill), em seus momentos de folga, desenha em uma HQ a história do diretor de cinema (vivido por Gael Garcia Bernal), que por sua vez dirige um filme sobre uma modelo brasileira (papel de Mariana Ximenes), que nas horas vagas escreve um livro sobre uma quadrinista, que escreve histórias... Estas tramas se entrelaçam durante o filme até seu desfecho absolutamente surpreendente.

 

O diretor Pedro Morelli está há cinco anos envolvido no projeto de Zooom, que tem dois terços de sua duração em live-action e um terço de animação em rotoscopia - técnica que transforma em animação um material filmado. São quase 30 minutos desenhados frame a frame, em 12 frames por segundo. A equipe envolvida nesta animação contou com 28 ilustradores, desenhando e colorindo um total de mais de 21 mil frames da história do cineasta vivido por Gael Garcia Bernal.

 

Abaixo você confere um bate-papo com o diretor Pedro Morelli, que explica o processo de animação de Zooom.

 

Você pode explicar o processo e o estilo de animação criado para este filme?

 

A técnica usada se chama rotoscopia. Basicamente se trata de desenhar sobre a imagem filmada, frame a frame. Nós filmamos tudo com atores, em cenários muito simplificados, para depois desenhar sobre a imagem deles, e recriar do zero os cenários. A nossa animação foca em ser bastante fiel à expressividade dos atores, ao mesmo tempo que buscamos um look de história em quadrinhos.

 

Quantas pessoas trabalharam na animação de Zooom?

 

Foram 28 ilustradores no total, a maioria envolvida na rotoscopia. Essa equipe de rotoscopia foi comandada pelo Adams Carvalho, que desenvolveu o look da animação dos personagens e fazia os key frames da animação, que eram distribuídos para a equipe toda. Outra frente foi a equipe de cenários, comandada pelo George Schall, que trouxe um look de quadrinhos para a nossa animação e criou muitas vezes do zero os ambientes em que as cenas acontecem. Além dos desenhistas há vários outros envolvidos na composição da animação, que consiste em juntar todos os layers de animação em um plano só, e fazer os efeitos necessários para a cena funcionar.

 

A animação permite uma liberdade maior se compararmos com a filmagem tradicional do cinema, não é? Como essa liberdade foi usada em Zooom?

 

Sem dúvida temos uma liberdade muito maior para manipular as cenas animadas. Podemos mudar completamente as cores da cena, trocar o cenário se for necessário, reenquadrar o que foi filmado e brincar com pequenas animações adicionais. A liberdade só acaba quando termina o prazo... o que infelizmente está bem perto de acontecer. Na semana passada finalizamos a etapa de rotoscopia dos personagens e design dos cenários. Agora ainda temos que trabalhar as composição das cenas para finalizar o filme. 

 

 

559 visitas
O Primeiro Dia (do fim)

oprimeirodia site

 

Quanto tempo é tempo suficiente para você se despedir desse mundo? Uma semana? Quinze dias? Para Napoleão serão doze meses. Em "O Primeiro Dia", novo episódio da série "Os Experientes", o talentoso Juca de Oliveira dá alma ao homem que, ao ter o fim de sua vida contado pelo tic tac do relógio, precisa contar ao filho Luis, um homem já adulto e distante (vivido por Dan Stulbach), que já não tem muito tempo nesse mundo.


É com essa notícia que a relação dos dois vai sofrer uma reviravolta. Enquanto o pai enxerga o filho como alguém que pouco se interessa pelo seu dia a dia, esse o vê como um homem carrancudo, que pouco aproveitou sua vida e que nunca sorri.


Mas, é ao longo de um dia inteiro, o primeiro de suas vidas juntos, que pai e filho vão se redescobrir. Através de histórias e amigos do passado, Luis vai ver que, por trás das rugas e dos cabelos brancos do pai, existiu um homem feliz, e descobrir onde esse sorriso se escondeu durante tantos anos.

214 visitas
A Lei da Água no "Cidades e Soluções" da Globo News

aleidaagua site2


A Lei da Água, produzido pela 02 em parceria com a Cinedélia, estará presente no próximo Cidades e Soluções, exibido pela Globo News. O programa, que vai ao ar na segunda-feira, dia 27, às 21:30, vai falar sobre o documentário e a importância do "cinema pedrada", que faz uso da imagem e som para lutar pelos direitos da população.


Dirigido por André D'Elia e produzido por Fernando Meirelles, o projeto teve apoio do Instituto Sócio Ambiental (ISA), WWF Brasil, Fundação S.O.S. Mata Atlântica, Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS) e Bem-Te-Vi Diversidade. Com 70 minutos de duração, o documentário trata das mudanças e polêmicas do novo Código Florestal, ouvindo especialistas no assunto e mostrando o impacto disso nas torneiras dos brasileiros.

676 visitas
Notícias de Pequim

the-5th-beijing-international-film-festival poster goldposter com site


Desde o último dia 17, está acontecendo a quinta edição do Beijing International FIlm Festival e o Fernando Meirelles está por lá, fazendo parte do juri do festival.


Abaixo, seguem algumas notas que ele nos enviou direto de Pequim, falando sobre o evento, o mercado cinematográfico e a relação Brasil-China:


"Como parte do juri do Festival Internacional de Cinema de Pequim, mando aqui algumas notas sobre o evento:


- O presidente do juri é o Luc Besson, fazem parte também seu roteirista Robert Kamen,("Karate Kid" entre muitos outros) a atriz Zhou Xun de "Balzac e a Pequena Costureirinha Chinesa", um diretor russo, um de Hong Kong e o sensacional coreano, Kim Ki Duc.


- A abertura do festival deve ter custado mais caro do que custará a abertura olímpica no Rio de Janeiro com balés voadores, palco inteiro de led e infindáveis convidados incluindo Arnold Shwarzenegger que veio anunciar as filmagens de "Terminator 5" aqui na China.


- Daren Aronovksy  também subiu no palco para ser aplaudido. Encontro-o sempre pelo hotel, perguntei se seu filme Noé estava sendo exibido aqui mas ele disse que o filme está proibido na China. Nem ele sabe porque o trouxeram mas está gostando do passeio. Fizemos um selfie e mandamos  para a Rachel Weisz, ex-mulher dele.


- A nova onda dos  estúdios americanos é vir filmar aqui ou usar elementos da China em suas produções. Fazendo isso podem driblar uma regra do mercado que limita a 20 o número de lançamentos estrangeiros no país por ano.


- Luc Besson e seu roteirista estão no juri não por acaso. Também estão interessados neste mercado e começam a rodar um longa na China em maio.


- Jean-Jaques Annaud  tem um filme na seleção oficial chamado Wolf Totem, produção chinesa rodada na Mongólia. Mais um que está de olho no bilhão de espectadores aqui.


- Ciente deste interesse chinês por co-produções, a área de cultura da embaixada brasileira preparou um acordo de co-produção Brasil-China. Está pronto, os chineses querem assinar mas, segundo eles, está parado na Ancine esperando um retorno. Para nós seria interessante o acordo, espero que o Manoel Rangel, da Ancine,  arrume um tempo para ler isso.


- Ontem de manhã o Kim Ki Duc fez uma massagem nas minhas duas mãos que me fez transpirar no ato. Ele lembra um monge feliz e parece saber o que está fazendo, também como terapeuta.


- A seleção do festival é irregular mas pelo que investiram, vê-se que querem muito acertar."


Fernando Meirelles



222 visitas
Cidade estrangeira

salvador 00 peq

 

O que pessoas de países tão distintos como Holanda, Moçambique, Portugal, Alemanha e França tem em comum? Elas participam da terceira temporada da série Destino, que acompanha a jornada de cidadãos de todo o mundo que resolveram morar em Salvador por diferentes motivos, mas que, de alguma forma, tem um olhar estrangeiro sobre a cidade. Trata-se de uma realização da O2 Filmes com exibição da HBO.


Enquanto a primeira temporada se restringe à trajetória de pessoas que resolveram se aventurar em São Paulo, a segunda mostra os caminhos que levaram algumas pessoas a aportarem no Rio de Janeiro. Para esta terceira temporada, a série refaz os passos de seis personagens que escolheram Salvador como a cidade de morada. E as histórias surpreendem.


Dirigido por Fábio Mendonça, a série conta verdadeiras estórias de quem vive de contar estórias. Mais do qualquer outro olhar, Destino mostra a visão de estrangeiros sobre o Brasil, o que faz com que o espectador reflita sobre a própria brasilidade. Além de explorar as paisagens de Salvador, com todas as suas cores, texturas, sons, ritmos e sabores, a série explora os imprevistos que muitas vezes acabam agregando valor à produção.


Ao todo, a série terá seis capítulos. Em cada um deles, um protagonista diferente ganha destaque, a exemplo de Hanne, uma violoncelista holandesa de 18 anos que foi morar em Salvador como parte de um intercâmbio internacional de orquestras. Os roteiristas de Destino são Teo Poppovic, Felipe Braga, José Belmonte, e a dupla Pablo Padilha e Cris Gualda e a terceira temporada ainda não tem previsão de estreia. 


768 visitas
Em busca da "A Vaga"

avaga site

 

No início do ano passado, enquanto brasileiros começavam a decorar as casas com as cores verde e amarelo e espectadores de todo o mundo voltavam-se para as comentadas partidas de futebol da Copa do Mundo, o diretor Rodrigo Meirelles foi contracorrente. Durante meses ele acompanhou atletas que sonham em conseguir o ouro olímpico em esportes não tão comentados como o futebol. O resultado pode ser visto na série A Vaga, produzida pela O2 Filmes e exibida na HBO.


O diretor agora começa a produzir a segunda temporada da série, que abarca diferentes profissionais do esporte que desejam estar entre os finalistas nos Jogos Olímpicos do Rio. As competições só acontecem em 2016, mas o preparo para conseguir "a vaga" no evento tão cobiçado leva anos. Para a primeira temporada, os esportes escolhidos para serem retratados foram o boxe masculino, o vôlei de praia feminino, o judô masculino e a ginástica artística masculina.


A segunda temporada também contará com dez episódios e a proposta é de produzir ainda a terceira temporada, com o objetivo de captar através das lentes de Rodrigo Meirelles a trajetória dos atletas até o momento em que serão escolhidos os que representarão o Brasil nos Jogos Olímpicos. A Vaga, além de narrar a rotina dos atletas de diferentes tipos de esportes, fala sobretudo sobre sonhos. 

322 visitas
O Homem que enganou a Morte

malasartes 1

 

Não se assuste se, no meio do filme, uma figura encapuzada aparecer de repente na tela. É na tênue linha entre a fantasia e a realidade das histórias do personagem Pedro Malasartes que o diretor Paulo Morelli escreveu o roteiro e já começa a gravar o novo longa-metragem de ficção produzido pela O2 Filmes. Figura tradicional dos "causos" e contos da cultura portuguesa e brasileira, a história do caipira que engana a morte será contada agora pelas lentes do cinema no filme Pedro Malasartes, uma comédia de temas universais, como destino, liberdade e amor.


Na busca pela essência do povo caipira e do sertanejo enraizado, o longa propõe uma aventura entre dois mundos, o fantástico e o realista ao mesmo tempo. Com uma fotografia ensolarada, efeitos especiais, cenários e criaturas criadas em 3D, a produção usa e abusa das cores para mostrar toda a atmosfera fantástica de Malasartes, que deve escolher entre ser imortal, porém tornar-se A Morte, ou ser mortal e voltar a viver.


O filme, que ainda está em processo de filmagem, conta com um elenco de peso: Jesuíta Barbosa, Ísis Valverde, Vera Holtz, Leandro Hassum, Augusto Madeira, Julio Andrade e Milhem Cortaz. Cheio de desafios principalmente em sua pós-produção, o projeto deverá utilizar recursos de efeitos especiais necessários para o mundo fantástico e mitológico que envolve todo o folclore que envolve Malasartes. 






1020 visitas